Há alguns anos recebi um e-mail com a metáfora das bolachas roubadas, que relatava uma moça que estava no aeroporto esperando seu avião e que comprou um pacote de bolachas e um livro para matar o tempo. Para sua surpresa, um homem sentou ao seu lado e começou a comer suas bolachas sem pedir, o que a deixou muito indignada. Ela nada falou e seguiu para seu avião. Quando já estava dentro do avião, abriu sua bolsa e viu seu pacote intacto dentro dela, o que a fez concluir que quem havia cometido abusos e comido algo que não era seu foi ela!

Clique aqui e leia mais.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest