Segundo Jung, sincronicidade é um conceito usado para definir acontecimentos que se relacionam não por relação causal e sim por relação de significado. Em termos simples, sincronicidade é a experiência de ocorrerem dois (ou mais) eventos que coincidem de uma maneira que seja significativa para a pessoa (ou pessoas) que vivenciaram essa “coincidência significativa”.

É muito interessante analisarmos os fatos de nosso dia a dia á luz deste conceito de Jung. Vamos descobrir assim, que coincidência não existe, e que tudo que ocorre ao nosso redor tem um por quê, que nada acontece por acaso.

Algumas destas coincidências têm um significado profundo para nós. Outras, só nos damos conta do quanto foram importantes, algum tempo depois, ás vezes apenas com o distanciamento de anos.

Mas devemos sempre considerar nossa missão aqui. Por que acordamos todos os dias ? O que nos faz levantar da cama ? A resposta para estas perguntas pode nos explicar, de alguma forma, por que determinado acontecimento sucedeu, e assim, podermos entender o significado mais profundo da sincronicidade em nossas vidas.

A partir destas observações, também temos a oportunidade de tornar para nós consciente o que ainda é inconsciente, e isso pode nos gerar um entendimento maior em relação ao nosso propósito de vida.

Pense nisso. Pense nas coincidências de sua vida e em tudo o que te aconteceu até hoje que te trouxe até aqui, até onde você se encontra hoje. Pense nos caminhos percorridos, pense nos tantos outros caminhos que você ainda tem a percorrer. Com esta consciência, a riqueza do percurso será bem maior !

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest