Existem dias em que acordamos meio que de mal com a vida. Já começa com uma grande preguiça de sairmos da cama. Depois vem a rotina do dia a dia, parece que naquele dia nada dá certo : o trânsito está pior do que o de costume, o dinheiro não deu até o fim do mês, aquele seu encontro foi cancelado, o chefe está bravo com você, seus amigos estão todos ocupados…. Parece que tudo conspira para dar errado naquele dia.

Dias assim – por mais que não gostemos – são importantes na nossa vida. São importantes porque nos propiciam o exercício da gratidão. E este exercício pode ser sempre aprimorado, basta que tenhamos olhos para ver e coração para sentir.

A preguiça de sairmos da cama pode demonstrar que estamos insatisfeitos com alguma coisa, talvez um desejo inconsciente de não enfrentarmos aquele dia, por uma ou outra razão. Mas esta preguiça não deixa de ser saudável, uma vez que também nos mostra que dificuldades estão aí para serem vencidas. Procrastinar não vai resolver o problema.

O trânsito ruim lhe obrigará a exercer a paciência – ou você perde a cabeça com qualquer coisinha ? Pense nisso : há coisas pelas quais simplesmente não vale a pena gastarmos nossa energia ! Se o dinheiro não deu, pode ser que você tenha se permitido gastar mais do que devia com algum prazer que naquele momento lhe fez bem – então não se penitencie. Não estamos aqui só para trabalhar e pagar as contas.

Se seu encontro foi cancelado, mais um aprendizado : as coisas têm uma razão de ser. Logo você vai perceber que o cancelamento teve algum motivo maior que naquele momento você não percebeu. Se o chefe está bravo com você, faça um exercício de juízo de razão para verificar o que de fato é culpa sua e o que vem dele, porque ele talvez não esteja sendo imparcial. Procure esclarecer a situação, encarar o problema de frente.

E se porventura seus amigos estiverem todos ocupados, esta é uma boa oportunidade para perdoá-los, afinal é bem provável que você também não estivesse disponível quando um ou outro precisou de sua ajuda ou de seu ombro amigo.

“Em tudo, dai graças” – esta é uma frase singela de profundo ensinamento. Que lindo podermos agradecer pelo trânsito, pelo chefe mal humorado ou pelo encontro não ocorrido. Porque agradecer pelos dias bons é fácil, muito fácil. Mas na simplicidade da gratidão sincera está a oportunidade de crescimento para cada um de nós.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest