Na semana passada por duas ocasiões diferentes, me lembrei dos meus avós. Em uma delas, em um programa de rádio, uma avó perguntava aos participantes qual era a lembrança que eles tinham dos seus avós. Imediatamente me lembrei dos meus avós e do quanto eles foram importantes em minha vida.

Ser avô e avó deve ser a coisa mais gostosa deste mundo. Vejo meus pais – e os pais de meus amigos – como babam por seus netos. Ser avó deve ser uma grande realização, poder paparicar o neto sem o mínimo comprometimento em educar. Poder mimar mesmo, muitas vezes poder conversar de assuntos que os filhos não conversam com seus pais, pois não sentem que têm abertura para isso.

Eu tive uma felicidade muito grande em poder ter quatro avós maravilhosos, que me trataram sempre como se eu fosse a neta mais especial, mais querida. Tenho a felicidade de ter convivido muitos anos com eles, de ter tantas lembranças boas, de ter um coração tão cheio de gratidão por ter tido a felicidade de tê-los em minha vida.

Em muitos momentos difíceis me lembrei deles, me recorri a eles em oração, pedindo calma, iluminação, serenidade para tomar uma decisão ou força para poder enfrentar aquela situação difícil que aparecia em minha frente.

Na outra ocasião em que me lembrei dos meus avós, foi justamente quando ouvi um comentário de uma pessoa que disse não ter convivido com seus avós, pois eles faleceram antes do seu nascimento. Fiquei tão triste por esta pessoa… imagino que ela não faça idéia do que perdeu, e afinal, não foi culpa dela não ter tido os avós por perto, talvez ela não lamente a ausência deles como alguém que teve o privilégio de ter convivido com seus avós lamentaria.

Neste mundo caótico, apressado, “internético”, cheio de encontros e desencontros apressados, muitas vezes superficiais por causa das redes sociais, me lembro com gratidão e ternura dos meus avós. Fico feliz por minhas sobrinhas terem o privilégio de conviverem com meus pais, seus avós, e de alguma forma lamento porque não tive filhos, não saberei como é ser avó. Mas não reclamo, serei uma ótima tia-avó !

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest