Quando atendo meus pacientes, sei que cada um tem uma história que é só sua. Uns trazem muita dor, outros sofreram traumas profundos… Alguns têm mágoas, frustrações e culpam o mundo e as pessoas por suas dores e decepções. E com cada um deles, procuro desenvolver um processo de auto conhecimento e auto desenvolvimento para que se libertem de suas dores e possam efetivamente serem felizes e darem sua contribuição ao mundo.
Neste processo de descobertas, o paciente percebe que sua história é importante, que tudo o que passou resulta na pessoa que está na minha frente compartilhando de sua história e buscando uma vida mais feliz.
Ao compreender que pode e deve se libertar de suas dores para ser mais feliz, ele descobre algo muito interessante : que precisa sair de seu egoísmo. Que ao olhar para os lados, poderá desenvolver uma compreensão maior do mundo e das pessoas ao seu redor. Que poderá ser solidário com o chefe que passa por um problema de saúde ou com o vizinho que é solitário e não tem mais uma família.
Ao se ver como um ser individual mas que interage com as outras pessoas e se dá conta de que todos trazem uma bagagem particular, perceberá que para uma vida mais saudável, uma compreensão para os problemas do outro se faz necessária e lhe será enriquecedora.
Ao fazer o bem para o próximo, descobre que está fazendo o bem para si mesmo. Ao conseguir se colocar no lugar do outro, consegue entender as razões do outro para agir como age e consegue finalmente perdoá-lo. Percebe então que vivemos num mundo de diferenças e diferentes, mas que o caminhar pode ser mais rico se conseguir calçar os sapatos do outro e entender sua trajetória.
Um Processo de Psicanálise requer coragem. Coragem para olhar para dentro de si mesmo e encarar suas sombras, suas feras, seus defeitos, seus sentimentos mais mesquinhos e optar por ser uma pessoa melhor.

Admiro pessoas que aceitam olhar para si mesmas, que encaram as situações de frente e se fortalecem a cada nova adversidade que a vida traz. Se caírem, sabem que são capazes de se levantar novamente e seguir em frente. Conhecem sua força interior e sabem que podem sempre contar consigo mesmas !
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest