O lazer sempre foi algo importante em nossa vida. Parar faz bem. Nos desacelera, nos permite espaço para reflexão, nos deixa mais calmos. Mas também pode nos gerar culpa. Será que podemos parar ? Será que somos merecedores de descanso e férias ou seremos cobrados por isto mais adiante ?

Muitas empresas têm a cultura da hora extra. Neste caso, fazer hora extra é normal. Se o funcionário simplesmente cumpre seu horário e vai embora, recebe olhares de reprovação : “como assim já vai embora ? Não sabe que estamos todos nos matando de trabalhar ?”

Algumas empresas já perceberam como o lazer é fundamental. Horas extras só são permitidas com aprovação da gerência. Elas desejam e já sabem que um funcionário feliz rende mais, tem mais comprometimento, erra menos, sente mais satisfação com seu trabalho.

Quando Domênico de Mais escreveu “O ócio criativo” sabia bem do que estava falando. Sabia dos malefícios de se trabalhar sobre pressão. Sabia que o ócio fomenta a criatividade e que um campo minado de pressão é estéril e não nos permite sermos criativos.

Muitos sentem culpa se não trabalham no mínimo 10 horas por dia. Julgam que se não derem o sangue no trabalho, poderão perdê-lo a qualquer momento. Mas será que não se dão conta de que estão dando literalmente seu sangue e sua saúde de forma desequilibrada quando priorizam o trabalho acima de tudo ?

O lazer é um tempo precioso que temos para usufruirmos do que gostamos. Uns o dedicam aos filhos, á família. Outros desenvolvem um hobby porque já entenderam a importância disto. Fazer o que gostamos nos alimenta. Trabalhar no que gostamos também. Hoje trabalho e fazer o que gosta são quase antônimos, mas não precisa ser assim. Podemos gostar do nosso trabalho, como já disse Confúcio : “Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida.”

Esta mensagem é importante, mas também uma cilada : então existe uma mensagem subliminar de que se gostamos não é trabalho, porque necessariamente não gostamos do nosso trabalho ? Espero que não seja assim com você !

Trabalhe com o que você gosta, se possível. Cultive seu tempo livre com o que você gosta também ! Desligue-se dos problemas, da correria do dia a dia, olhe pra dentro de você e cultive o que te dá prazer e alegria. Você merece !

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest